Agenda

Revisitar Programas públicos

"Statues of Tehran", de Bahman Kiarostami

Integrado no programa público da exposição "Desertado. Algo que aconteceu pode acontecer novamente", foi apresentado o documentário "Statues of Tehran", do realizador Bahman Kiarostami. 
 
A obra fílmica questiona a função dos monumentos na atual Teerão, uma megametrópole pós-moderna e ideologicamente sobrecarregada, acometida pelo esquecimento. A peça retraça o destino de duas importantes esculturas públicas: a primeira, um trabalho pioneiro encomendado pela família real nos anos 1970 de autoria do então mais destacado escultor da modernidade, Bahman Mohassess; a segunda, um tributo à Revolução Islâmica instalada na Praça da Revolução, de Iraj Esskandari. Sob a égide da Revolução, a primeira foi condenada primeiro ao desleixo e finalmente a ser armazenada, enquanto a segunda se tornou uma peça de referência entre a profusão de projetos públicos que celebram a Revolução e a Guerra Irão-Iraque.
Uma exposição de:
Maria Trabulo
 
Curadoria:
Pieternel Vermoortel
 
Com os artistas:
Abbas Akhavan, Ana Kun, Bahman Kiarostami, Dora García, Flaka Haliti, Jeremiah Day, Loukia Alavanou, Melvin Moti e Pilvi Takala.

Assine a nossa newsletter