Agenda

Revisitar Exposições

The Oracle, por Diana Policarpo

Integrado na exposição “Nets of Hyphae”, de Diana Policarpo, a artista apresenta o vídeo “The Oracle”. A obra faz uma contextualização histórica do ergot, desde a mitologia grega até à Idade Média, pondo em evidência os conhecimentos e as práticas pioneiras de parteiras, curandeiras e agricultoras na medicina tradicional, na farmacologia e na obstetrícia. Através desta obra, a artista estabelece, ainda, ligações entre as lutas das mulheres pela justiça reprodutiva, desde os julgamentos das bruxas de Salém até ao direito ao aborto nos dias de hoje.
 
“O Claviceps purpurea, também conhecido como esporão-do-centeio, cravagem ou ergot, é um fungo parasita que infecta cereais e gramíneas, sobretudo o centeio, destruindo os ovários das plantas. ‘Quando descobri que atacava o sistema reprodutor das plantas, estabeleci logo o paralelismo com o corpo humano e a saúde reprodutiva da mulher’, conta Diana Policarpo. Este fungo tem propriedades alucinogénias e medicinais, tendo sido usado ao longo de várias décadas por curandeiras e parteiras, tanto para realizar abortos como para ajudar as mulheres no pré e no pós-parto. Era, inclusive, uma das plantas utilizadas para fins abortivos por mulheres escravizadas e violadas pelos escravocratas e colonizadores que não queriam dar à luz futuros escravos.” — no Jornal Público, a 12 de janeiro, numa entrevista feita pela jornalista Mariana Duarte.
 
A exposição “Nets of Hyphae”, foi apresentada na GMP entre 2020 e 2021 e contou com a curadoria de Steffanie Hessler e foi coproduzida pela Kunsthall Trondheim.
Revisitamos o arquivo da Galeria Municipal do Porto, trazendo ao presente algumas das obras, projetos expositivos ou momentos integrados nos programas públicos e educativos desde 2016.

Nets of Hyphae 
Diana Policarpo
04.12.2020 - 25.04.2021
 
Curadoria:
Stefanie Hessler
 
Coprodução:
Kunsthall Trondheim


Diana Policarpo
"The Oracle", 2020.
Vídeo, 10’ loop.

Assine a nossa newsletter